CURRÍCULO

Pedro Miguel Nunes, barítono, nasceu em Lisboa em 1975. Desde os seus cinco anos, foi sempre solista de diversas Igrejas e Basílicas em Lisboa e, ao longo do seu percurso como cantor, teve sempre uma predileção especial pela Música Sacra. Fez o CURSO DE CANTO no Conservatório Nacional de Música na classe de Cristina de Castro e, posteriormente, com Larissa Savchenko. Concluiu a LICENCIATURA EM CANTO pela Escola Superior de Música do Porto, tendo continuado a estudar com Cristina de Castro, nas classes de José de Oliveira Lopes e Rui Taveira. Concluiu com Muito Bom o MESTRADO EM CANTO - INTERPRETAÇÃO ARTÍSTICA na Escola de Artes da Universidade de Évora, sob orientação teórica de Rui Vieira Nery e orientação interpretativa de Liliana Bizineche. Concluiu, em 2015, o  DOUTORAMENTO EM MÚSICA - CANTO na mesma Universidade de Évora sob orientação teórica de Vanda de Sá e com a orientação interpretativa da soprano portuguesa Elsa Saque.

Frequentou, como Participante Activo, Cursos de Altíssimo Aperfeiçoamento (Master-Classes) levados a cabo por grandes nomes do Canto Lírico Mundial, tais como Montserrat Caballé, Teresa Berganza, José van Dam, Fiorenza Cossotto e Francisco Lazaro e trabalhou com prestigiados docentes, tais como Laura Sarti (Festival Internacional de Música de Aveiro), com Sarah Walker, com Helmut Lips (Escola Superior de Música de Estugarda) e com Lorraine Nubar (Julliard School - Nova Iorque). Cantou, também, com inúmeras orquestras. No âmbito da Master-Class que fez com a grande mezzo-soprano wagneriana Yvonne Minton no Festival de Música da Costa do Estoril, ganhou o Prémio por ter sido o melhor aluno e também uma Bolsa de Estudos de Aperfeiçoamento Artístico do Barclays Bank. Foi, ainda, também, bolseiro da Fundação para a Ciência e Tecnologia do Ministério da Ciência e do Ensino Superior do Governo Português.

MÚSICA NO CASAMENTO – Cantor Lírico canta em casamentos e baptizados – musica casamento, musica casamentos, musica clássica, música casamento, música casamentos, casamento, casamentos, coro casamento, coros casamento, coro casamentos, coros casamentos, casamento musica, casamento música, casamentos musicas, musica no casamento, musicas no casamentos, musicas nos casamentos, cantor, cantora, boda, bodas, baptizado, batizado, baptizados, batizados, cantor casamento, cantor casamentos

 

Tem dois CD’s gravados, um para Canto e Orquestra com o titulo “ MEMENTO “, com obras de Mascagni, Rachmaninov, Brahms, Puccini, Bach, Grieg, Elgar, Händel e Schubert ; e outro CD com o título “Canto da Saudade in Portuguese – Brazilian Classical Composers” para Canto e Piano, com obras de Alberto Costa, Carlos Gomes, Francisco de Lacerda, Luís de Freitas Branco, Jaime Ovalle, Heitor Villa-Lobos, António Fragoso, Waldemar Henriques, entre outros.

O cantor é, ainda, Licenciado em Línguas e Literaturas Modernas, variante de Estudos Portugueses, pela Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa e também é Mestre em História Medieval, com uma excelente Tese sobre a Santidade Medieval, também pela mesma Faculdade, à qual foi atribuída a classificação máxima.

Além da sua carreira como cantor, investigador e produtor musical, Pedro Miguel Nunes é, também, Professor do Ensino Superior na ESEL – IPLUSO – Escola Superior de Educação do Instituto Superior da Lusofonia, no Instituto Piaget e no Instituto Superior de Ciências Educativas. Como investigador, realizou dois documentários autorais para a RTP – Rádio Antena 2, um com o título “Música no Paraíso” (13 episódios) com a História da Música Sacra Cristã desde os primórdios até à actualidade ; e outro com o título “As Mulheres de Puccini” (13 episódios) sobre a Vida e Obra de Puccini, bem como as suas personagens operáticas femininas. Já foi orientador de muitas Teses de Mestrado, sempre muito bem classificadas; autor de diversos livros, entre os quais “Santos, Demónios e Pecadores: do Horror do Pecado ao Milagre da Santificação (Pearlbooks) – sobre a História da Espiritualidade Cristã Medieval. Publicou diversos artigos de investigação em Revistas Internacionais (com peer rewiew), tais como a Maediavalia (Revista de Estudos Medievais), a Sound in Motion (da Cambridge Scholars Publishing), a Revista Portuguesa de Educação Artística (Universidade da Madeira e Conservatório da Madeira) e também na Germinare (Revista Científica do Instituto Piaget). Já apresentou diversas conferências e publicou nas Actas Científicas de diversos Congressos / Encontros Internacionais, tais como no III Encontro Internacional da CIP – Almeida Garrett, no IX Encontro Nacional de Investigação em Música (Universidade Nova de Lisboa), no II Encontro Internacional da CIP – Almeida Garrett, no VIII Encontro Nacional de Investigação em Música(Universidade Nova de Lisboa), no IV Congreso Internacional de Música y Cultura Audiovisual (Universidade de Múrcia – Espanha),  no VI Encontro Nacional de Investigação em Música (Universidade Nova de Lisboa), na Conferência Internacional Canção de Protesto e Mudança Social (Universidade Nova de Lisboa), nas IX Jornadas de Jóvenes Musicólogos (Universidade de Granada – Espanha), no III Encuentro IberoAmericano de Jóvens Musicólogos (Universidade de Sevilla – Espanha), no Congresso Internacional “Performa 15” (Universidade de Aveiro), entre outros…

No âmbito concertista, tem interpretado papéis, cenas e árias de diversas personagens da Ópera Romântica, tais como o Toreador (Carmen), Valentin (Fausto), Macbeth (Macbeth), Jago (Otello), Conde Malatesta (Don Pasquale), Conde Tomsky (Dama de Espadas), Príncipe Yeletsky (Dama de Espadas), Oneguin (Evgueni Oneguin), Fígaro (Barbeiro de Sevilha) e Amonasro (Aida). No âmbito da Ópera Barroca e Clássica, levou ao palco diversos papéis, árias e cenas das óperas Rinaldo (Händel), Orfeo e Euridice (Gluck), L’Incoronazione di Poppea (Monteverdi) e diversas personagens mozartianas, tais como Papageno (A Flauta Mágica), Bartolo (As Bodas de Fígaro), Dom João (Don Giovanni) e Fígaro (As Bodas de Fígaro). Incluem-se, ainda, no seu repertório, árias, canções e motetos de Caccini, Caldara, Vivaldi, Carissimi, Cavalli, Giordani, Leonardo Leo, Marcello, bem como Ciclos de Brahms (Quatro Últimas Canções), Schumman (Dichterlieder), etc… No âmbito da Oratória Ocidental, cantou já os Stabat Mater de Vivaldi, Rossini e Pergolesi, o Nisi Dominus de Vivaldi, árias e recitativos das Paixões de Bach, o Magnificat de Bach, o Lamento de Christoph Bach, o Salve Regina em Fám de Pergolesi, bem como diversas obras Corais-Sinfónicas, tais como o Requiem de Mozart e a Missa Solemnis de Beethoven.

Tem investido sempre na sua carreira como Solista e projectou o seu trabalho fora de Portugal, no âmbito da Música Sacra. Salienta-se a sua participação como Concertista em Andorra (Festival de Arte Românica) nas Igrejas de Santa Coloma, Coll de Nargó e na Catedral de Santa Maria de Urgell; nas Astúrias nas Igrejas de Santo Tirso, Santa Maria de Naranco e San Julián de los Prados; em Madrid, Vigo, Barcelona e Múrcia. Também realizou muitos Concertos na região de Paris na Igreja do Espírito Santo, na Catedral de Santo Ambrósio, em São João Baptista de la Salle, em Saint-Antoine de Quinze-Vingts, na Notre-Dame du Perpétuel Secours e na Notre-Dame de Compassion, entre outras. Ainda em França, cantou também em diversas Igrejas e Catedrais de Bordéus, Lyon e Cormatin. Aquando da sua viagem à Rússia, no âmbito de Cursos da Igreja Ortodoxa, teve oportunidade de cantar em São Petersburgo na Catedral Smolnyi, na Catedral de Santo Isaac e na Catedral de Nossa Senhora de Kazan; e em Moscovo, nas maravilhosas Catedrais de Cristo Salvador (um dos símbolos da Rússia), no Mosteiro Andronikon e no Mosteiro Danskoi. Cantou, ainda, em diversos países da Europa sempre no âmbito de Festivais de Programação de Música Sacra.

Ao longo da sua carreira, Pedro Nunes tem cantado nalguns dos maiores eventos de Música Clássica e Festivais da Europa, nomeadamente em Itália: Festival della Montagna – Trento; Festival di Musica di Mantova; Festival di Opera di Rossini – Pesaro; Festival dei Due Monti – Spoleto; Festival di Musica – Ravello; International Festival of Operetta – Trieste, entre outros. Tem presença assídua tanto nos melhores Teatros de França, como nas Catedrais e nos Festivais Internacionais de Música, tais como o de Provence Alpes Cotes d’Azur; no Festival de Saint-Denis (Île de France); no Festival de Musique de Strasbourg (Estrasburgo); no Festival de Tarentaise (Rhône-Alpes); no Festival International de l’Abbaye de Sylvanès (Midi-Pyrénées); no Lyrique en mer, Festival de Belle-Ile (Bretagne), entre outros. A sua versatilidade já o levou a realizar concertos em alguns dos melhores palcos da Europa e a trabalhar com os agrupamentos mais conceituados.

Em Portugal, Pedro Miguel Nunes já cantou em praticamente todos os Teatros, Auditórios, Castelos, Palácios e Monumentos Nacionais, bem como em diversos Festivais Nacionais e Internacionais de Música nos concelhos de Albufeira, Alcácer do Sal, Alcanena, Alcochete, Alenquer, Alijó, Almada, Almeida, Almodôvar, Alpiarça, Alter do Chão, Alvaiázere, Alvito, Amarante, Amares, Anadia, Ansião, Arbo (Espanha), Arcos de Valdevez, Arouca, Arronches, Arruda dos Vinhos, Aveiro, Avis, Baiona (Espanha), Barcelos, Barreiro, Benavente, Beja, Braga, Bragança, Cadaval, Caldas da Rainha, Caminha, Cangas (Espanha), Cantanhede, Carrazeda de Ansiães, Cartaxo, Cascais, Castelo Branco, Castelo de Vide, Castro Verde, Celorico da Beira, Chamusca, Chaves, Cinfães, Coimbra, Constância, Coruche, Covilhã, Crato, Elvas, Entroncamento, Espinho, Esposende, Estarreja, Fafe, Famalicão, Faro, Felgueiras, Ferreira do Alentejo, Figueira da Foz, Figueiró dos Vinhos, Fornos de Algodres, Freixo de Espada à Cinta, Fronteira, Fundão, Idanha-a-Nova, Góis, Gouveia, Guimarães, La Guardia (Espanha), Lagoa, Lagos, Lamego, Leiria, Lisboa, Lousada, Loulé, Lourinhã, Mação, Macedo de Cavaleiros, Mafra, Maia, Marco de Canaveses, Marinha Grande, Marvão, Matosinhos, Mealhada, Meda, Melgaço, Mértola, Mesão Frio, Mira, Miranda do Douro, Mirandela, Moita, Monção, Monchique, Montalegre, Montemor-o-Novo, Montijo, Mora, Moura, Nazaré, Nisa, Óbidos, Odemira, Odivelas, Oeiras, Oia (Espanha), Oliveira de Azeméis, Oliveira de Frades, Ourique, Ovar, Pampilhosa da Serra, Paredes de Coura, Pedrógão Grande, Penedono, Pinhel, Pombal, Pontevedra (Espanha), Ponte da Barca, Ponte de Lima, Ponte de Sor, Portalegre, Portimão, Porto de Mós, Póvoa de Lanhoso, Proença-a-Nova, Redondo, Régua, Reguengos de Monsaraz, Resende, Rio Maior, Sabrosa, Sabugal, Salvaterra de Magos, Santa Marta de Penaguião, Santarém, Santiago do Cacém, São Pedro do Sul, Sardoal, Sátão, Seia, Seixal, Serpa, Sertã, Sesimbra, Setúbal, Sever do Vouga, Sines, Silves, Sintra, Sobral de Monte Agraço, Tábua, Tavira, Terras de Bouro, Torre de Moncorvo, Trofa, Vagos, Valença, Vale de Cambra, Valongo, Vendas Novas, Viana do Castelo, Vieira do Minho, Vigo (Espanha), Vila do Bispo, Vila do Conde, Vila do Porto, Vila Flor, Vila Franca de Xira, Vila Flor, Vila Nova da Barquinha, Vila Nova de Cerveira, Vila Nova de Foz Côa, Vila Nova de Gaia, Vila Nova de Paiva, Vila Real de Santo António, Vila Velha de Ródão, Vila Viçosa, Vinhais, Viseu e Vizela, etc….

Além do mais, Pedro Miguel Nunes foi responsável por organizar importantes Festivais de Música e Digressões Nacionais em Portugal, onde trabalhou como Director Artístico e também Cantor Solista, tais como a Digressão dos 250 Anos de Mozart, a Digressão do Centenário da República, a Digressão da Morte de Amália, a Digressão dos Concertos de Música Antiga no âmbito das Comemorações Oficiais dos 500 Anos dos Forais Manuelinos, digressões essas que tiveram largas dezenas de concertos em Portugal. Em 2017, Pedro Miguel Nunes organizou, em parceria com o Santuário de Fátima, com 7 Dioceses, com 31 Câmaras Municipais, Juntas de Freguesias e com a Fundação Millennium-Bcp, a Digressão do Centenário das Aparições de Fátima: 45 concertos realizados por todo o país com cantores e orquestra, em colaboração com o Santuário de Fátima, com a RTP – Rádio Antena 2, com a Direcção-Geral do Património Cultural, com o Turismo do Porto e Norte, com o Turismo do Centro e com o Turismo do Algarve. Produziu e cantou a solo também na Digressão dos 500 Anos da Viagem de Fernão de Magalhães. Em 2020 / 2021, foi Produtor, Diretor Artístico e Solista da Digressão do Centenário do Nascimento de Amália Rodrigues, com 63 concertos em todo o país, em colaboração com a Fundação Amália Rodrigues, com a RTP – Canal 1, com a RTP – Rádio Antena 1, com a Rádio Amália, com a Direcção-Geral do Património Cultural, com o Ministério da Cultura, com o Turismo do Porto e Norte, com o Turismo do Centro e com o Turismo do Algarve.

Trabalha com mais de 230 Câmaras Municipais em Portugal, Teatros Nacionais e Municipais, Museus, Auditórios, Castelos e Palácios, difundindo a Música Clássica / Ópera e o Fado por todo o país.